Empreendendo

Cacau mudou a rota

cacau.jpg

Eu não lembro exatamente a primeira vez que a gente se falou pelo Instagram e nem como uma achou a outra, mas a sintonia de mulheres que viajam sozinhas é assim, a gente simplesmente se conecta, e vira best friend! Eu acho que nos falamos a primeira vez quando ambas estavam na Indonésia, porque Bali enamora… e compartilhamos da mesma lágrima ao deixar a ilha (apesar de nunca termos nos visto ao vivo), aí não paramos mais de trocar mensagem, sobre dica de hostel, de airbnb, causos do tinder, bafões e etc…

Mas eu lembro bem a primeira vez que conversamos mais profundamente após algumas trocas de dicas de viagem, e foi sobre “como esquecer um boy”! hahahaha logo usei a dica de um texto do blog dela e apaguei o contato do grego do meu celular, porque né? O fim já estava decretado desde o começo, eu que ainda criava expectativas sozinha. 

E naquela noite conversei com a Cacau, e conheci um pouco da vida dela, ela tem um blog que narra recomeços, um Instagram de viagens, um carisma incrível e um sorriso largo! Escreve tão bem que está lançando um livro. De repente estávamos amigas, destas amizades virtuais que nunca nos vimos mas conversamos quase todo dia, tanto que parece até que estamos viajando juntas.

Até que um dia batemos um papo, e foi numa live no instagram, resolvemos nos conhecer “ao vivo”, e então conheci sua história! 

Cacau Ribeiro tomou um pé na bunda do marido após um relacionamento de 15 anos e do emprego que mantinha firme há 2 anos, após 11 anos na empresa anterior. Ela podia ter entrado nas cobertas e só lamentado a vida pro resto dos dias (opa, cobertas não, ela mora no Ceará…mas ela poderia ter se isolado em casa). Houve luto? Sim, e o luto precisa ser sentido mesmo, para nos reconstruirmos, como dizem aqui na Índia: moksha (morte para ressurreição). Mas o luto dela durou 3 meses de cama, onde ela perdeu alguns kilos e ganhou apoio de psicólogos…não foi fácil, nunca é, mas a Cacau aprendeu a recomeçar! 

Logo ela pegou estes limões que a vida lhe deu e fez uma bela caipirinha! Embarcou pra dois meses de Itália e Grécia!

Depois disso a Cacau se (re)descobriu viajando, após os 30: teve Indonésia, retiro na Tailândia, Paris, Londres, Lisboa, pé na estrada! Saiu explorando o mundo sozinha! Antes deste período ela já havia conhecido alguns lugares do Nordeste Brasileiro, Estados Unidos e Canadá em suas férias, mas nunca desta maneira, livre, sem planos e sem a necessidade de voltar com data marcada. 

Pra Cacau sempre acaba tendo uma data de volta, canceriana ela, sente saudades de casa e volta entre uma viagem e outra. Não é do estilo dela passar 20 meses longe de casa como eu, mas cada uma do se jeitinho, nós vamos explorando o mundo às nossas maneiras. A Cacau se permite passar estes meses sozinha desbravando o mundo e se conectando com as pessoas ao redor, da poltrona ao lado no avião, aos colegas de hostel até às instafriends, conectadas por esta rede online de mulheres viajantes!

Neste período ela voltou a escrever, começou a escrever suas reflexões em um blog onde  narra recomeços, encoraja outras mulheres a seguirem seus sonhos, dá dicas, conta das viagens, fala dos dias de luta e dos dias de glória. E agora está lançando seu primeiro livro! 

Ela também abriu uma agência de marketing, a Mrs Marketing, e virou empreendedora! E hoje concilia uma vida de Home Office onde se divide entre o livro, reflexões pro blog, projetos da agência e os planejamentos da próxima viagem. É fácil? Não, tem que batalhar muito pra seguir os sonhos, mas é gratificante, é real, está acontecendo, e isso que importa!

São mulheres assim que inspiram, inspiram a mudar, a seguir a intuição, realizar os sonhos, a descobrir o mundo e junto se descobrirem! Eu amei conhecer a Cacau, e por isso quis dividir um pouco da história dela aqui!

Ah! E se você ficou curiosa em como esquecer o boy, leiam este texto maravilhoso da Cacau!

2 comentários em “Cacau mudou a rota”

  1. Hola 🙂 Podría hacer un comentario en cualquiera de los “posts”, pero este fue el que acabo de terminar de leer por eso aquí. De pura casualidad, leyendo blogs de viajer@s, encontré tu instagram y me volví fan, aunque yo mismo no tenga insta. Me encanta la forma en que narras, tus vivencias y también las de las diferentes personas que vienes conociendo. Me parece genial el aliento que le das a la gente a largarse a concretar su sueño. De hecho, me diste, junto con otra gente, un impulso a dar un pasito a mi esencia. (¿La esencia es algo que vamos construyendo durante toda la vida, no?)
    Disculpa que no escriba en portugués. Entiendo bastante pero escribir no sé. 😉 Espero sigas viviendo muchas cosas valiosas y bonitas para ti.
    Abrazo de um irmão argentino (que mora na Alemanha e agora esta na ilha de Malta). Martín

    Curtir

    1. Hola Martín! que increíble tener un lector argentino! gracias por el comentario, que bueno saber que hay tanta gente sentindo y vivindo lo mismo! La vida es una sola y tenemos que ter otras experiencias, viajar, encontrar nuestros valores y esencias! saludos!!

      Curtir

Deixe uma resposta para Martin Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s