Reflexões

#socialmediadetox

IMG_0578

Esta semana foi a segunda vez em 2 anos e 4 meses de sabático que fiz um detox de mídias sociais, apaguei instagram e facebook do meu celular. A primeira vez foi em junho onde fiquei 7 dias offline e agora fiquei 10 dias. Na verdade fui forçada a ficar sem instagram, sem celular e sem qualquer tipo de comunicação (nem falar, nem olhar nos olhos de ninguém) por 10 dias no Vipassana, há 2 anos atrás, mas desta vez foi por querer mesmo. 

Rede social é um vício, às vezes nem percebemos, mas já estamos rodando o feed, quando o pensamento tá longe, fechamos o instagram e sem nem pensar abrimos de novo no mesmo instante, só pra ficar rodando, e nisso passam 5 minutos, 15, meia hora, 1 hora do dia perdida…Apagar o aplicativo, pra mim, foi a melhor solução pra eu entender que posso ficar sem ele. No começo é difícil, eu entrava no linkedin pra rodar o feed (e nem estou aplicando pra vagas), abria e-mails (coisa que só faço uma vez por semana), rodava o tinder, relia as conversas do whatsapp…  até entender que eu não precisava pegar o celular a todo instante, então comecei a deixar ele desligado enquanto etrabalhava na loja, desligado enquanto estudava, e quando eu realmente tinha 15 minutos livres numa espera de café ou trem, eu pegava o celular pra estudar dinamarquês pelo duolingo. 

As duas vezes que fiz este #socialmediadetox foi para dar foco ao meu novo desafio: falar dinamarquês fluente em 1 ano (quer dizer, desde que me coloquei este desafio já se foram 2 meses, então agora quero falar fluente em 10 meses!). E para isso tenho desafios mensais!

Nos meses de junho e julho fiz aulas particulares por Skype pra entender o básico da língua e aprender a gramática do nível 01, em paralelo eu assisti séries e filmes dinamarqueses com áudio e legenda na língua, fiz duolingo e testei outros aplicativos, li revistas e jornais, mesmo sem entender nada. A sorte é que trabalho numa loja turística, onde não preciso falar dinamarquês, mas posso treinar com as colegas dinas, e minha chefe é chinesa e não sabe bem a diferença entre inglês e dinamarquês (juro!) então ela mistura as duas línguas comigo e eu me esforço a entender. Agora nos meses de agosto e setembro estou fazendo o curso intensivo do nível 2 numa escola de línguas, 2 vezes por semana, 2,5h por dia com muita, muita tarefa de casa, sem brincadeira dá quase 10h por semana de lições, redações, decorebas….deus me drible!

Me forço a aprender em todos os lugares: repito as estações de trem depois que o altofalante anuncia, fico seguindo minhas colegas de trabalho pela loja enquanto elas atendem em dinamarquês, traduzo todas as placas e notícias ao meu redor e as conversas de tinder passaram a ser em dinamarquês, usando o dicionário, obviamente. Sempre tive mais foco em aprender línguas do que qualquer outra coisa. Lembro quando voltei da Alemanha com um namorado mexicano, coloquei na cabeça que em 10 meses eu estaria com ele no México e assim foi, estudei espanhol todos os dias e dei aulas de alemão pra juntar a grana da viagem. Funcionou, fui pro México falando espanhol intermediário e voltei 3 meses depois fluente. Sempre que me coloquei targets de aprender línguas consegui, me dediquei, tive foco. Muito mais que a engenharia que demorei 7 aos pra me formar…ops… nunca entendi porque fui estudar isso, sempre fui mais de humanas, hehehe!

Mas voltando ao detox de instagram, toda a minha rotina mudou: ao acordar, ao invés de checar o celular, me espreguiço, medito e faço um pouco de yoga na cama. Ao dormir, ao invés de perder aquela meia horinha no feed de novo, escuto um podcast, leio meu livro ou coloco yoga nidra pra dormir. Em junho quando eu pegava trem pro trabalho, gastava os 20 minutos do trajeto no instagram, durante o detox eu usei 3 aplicativos pra treinar dinamarquês: duolingo, mondly e drops. Percebi que tive muito mais tempo livre, parei mais em parques e bancos de praça pra tomar sol na cara, liguei mais pras pessoas (de fazer ligação mesmo, coisa rara hoje em dia), li mais, estudei mais, comi mais devagar, fiquei mais focada. E estes minutos na cama ao acordar, sentindo o sol, sem pegar no celular, são mágicos! Tentem!

Mas sim, senti falta, nos últimos 2 anos viajando, recebo diariamente directs no insta de pessoas que não conheço, geralmente com dúvida sobre um país, ou sobre organização de sabático, sobre yoga, sobre coragem, enfim, tenho o maior prazer de ajudar estas desconhecidas e na verdade muitas se tornaram amigas virtuais que converso diariamente pelo instagram, sem nunca ter visto ao vivo. Fora as que aparecem aqui em Copenhagen, me escrevem no instagram e nos encontramos pra um brunch, praia ou bar, amo!!! Senti falta de vocês, meninas! Mas já voltei, e agora vou revezando, semanas sim, semanas não, sempre me dando estas pausas de mídias sociais, que atesto e recomendo: faz bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s