Reflexões

Seja bem vindo 36

img_2596.jpg

Hoje foi meu último dia dos 35, será meu terceiro aniversário seguido que passo longe de “casa”, nesta aventura que sigo chamando de sabático. Sigo chamando porque já virou estilo de vida, viver com pouco, sem rotina, sem planos, seguindo o fluxo das conexões e oportunidades que aparecem, sem pensar muito antes de qualquer decisão, só vai! Se joga! A vida é um sopro.

Apesar de estar em sabático há 2,5 anos, escolhi Copenhagen pra me estabelecer, passei o verão aqui, foi maravilhoso, está sendo, apesar dos 3º graus com pôr-do-sol às 16:30 neste mês, segue maravilhosa esta cidade e minha vida nela, meus amigos, minha liberdade de viajar, a segurança, os encontros, as conexões, os aprendizados… mas sinceramente não sei se aqui será minha “casa”no futuro, vou passar uma temporada de verão no Brasil e a ideia é voltar, mas… “se quieres hacer a Diós reír, cuentále tus planes”.

Hoje foi meu último dia dos 35, madruguei às 7 (após quase 1 ano acordando 9 da manhã, achei que hoje tinha que ser especial), fui na academia, malhei, fiz sauna, que é tradição aqui e tomei um banho. Às 9:30 estava no meu novo curso de dinamarquês, nova escola, nova turma, novos amigos, começando hoje o terceiro nível. Saí de lá, comi num food hall que amo e fui ao museu (coisa que todo mundo deveria fazer, mas muita gente dá valor apenas após começar a mochilar pelo mundo).  Às 18h fui trabalhar, só 2 horinhas pra fechar a loja, porque esta vida sem rotina é mesmo maravilhosa. Terminei o dia em casa, no meu quarto alugado, com um incenso aceso, uma taça de vinho, uma meditação e uma carta pra mim mesma de agradecimento a tudo que vivi nos 35 anos. Mas logo mais vou seguir assistindo Handmaid’s Tale que estou viciada.

Tudo isso numa terça-feira sem rotina, tudo isso sozinha, na minha melhor companhia. Lembrei dos meus últimos 2 aniversários, lembrei dos meus planos pros meus 35 anos, que estão terminando hoje. Há 2 anos eu estava sozinha no Sri Lanka, trabalhando em um Hostel em troca de hospedagem, lembro que no dia 5 de novembro não tinha nenhum hóspede no hostel, mas dia 6 chegaram 5 australianos de 22 anos, cheguei na mesa deles, me apresentei, falei que tava fazendo 34 anos e fizemos drinking games a noite toda até finalizar na balada. Já ano passado, nos meus 35, eu tinha acabado de terminar o caminho de Santiago de Compostela sozinha e ter passado uma semana em Portugal com o grego delícia de 23 anos, e fui pra Madrid, comemorar meu aniversário com amigos muito muito queridos. Cada momento, especial na sua forma.

Amanhã faço 36, estou do jeito que a Marina do passado projetou a Marina do futuro? não. A Marina do passado, durante a escola, faculdade e início da carreira projetava uma Marina “bem sucedida” aos 36, e aquela Marina pensava que “bem-sucedida” era: alto cargo e alto salário. A Marina de hoje se considera bem sucedida por viver a vida na sua maior intensidade, em plena felicidade, fazendo todo o que e quando quer, na mais alta potência de seu encontro.

Já a Marina que começou um sabático há quase 3 anos atrás achava que aos 35 iria encontrar o seu propósito de vida e estaria trabalhando nele. Achei meu propósito? não. Só reconheci a minha coragem e a certeza que vivo feliz e gosto de ajudar pessoas, e principalmente inspirar mulheres, a seguirem seus sonhos, a não terem medo de viajar solas, a saírem de suas zonas de conforto, a mudarem suas rotas. Aquela Marina também achava por vezes, que aos 35 poderia estar com um companheiro (ou companheira), se fixando em alguma cidade do mundo ou mochilando, construindo família… mas cheguei aos 35, passei dos 35, cheguei nos 36 e sigo em carreira sabático sola, com muitos amores vividos, muitos tombos após expectativas criadas, muitas paixões, muitas experiências… mas a certeza que sou mesmo minha melhor companhia e que esta liberdade é um vício! 

Ah os amores, foram muitos, e de todos os tipos, quem sabe um dia escrevo um livro só sobre estes casos… do Burning Man ao Everest (modificando os nomes obviamente).  Alguns amores marcaram mais, quando escrevi este post sobre os amores sabáticos, no comecinho do blog, tinha acabado de conhecer o primeiro (significativo) na varanda de um hotel nas Filipinas às 9 da manhã, e às 15h do mesmo dia  fiz o checkout do meu quarto e mudei pro quarto dele, vivemos um romance de 5 dias e escrevi este post aos prantos na praia, 5 dias depois, quando ele foi embora. O que eu não sabia, na época do post, é que nos reencontraríamos 2 meses depois, pra 1 semana juntos em outro país. Depois dele foram vários outros, que surgiram e passaram, e eu vivi o momento presente com cada um, aproveitei a viagem, a companhia, vivi cada relacionamento e entrega de poucos dias ou semanas até a despedida na plataforma de trem ou aeroporto. O que ficam são as boas lembranças, os aprendizados, o crescimento e nosso amor próprio. E por isso hoje gostei tanto de passar este último dia dos 35 comigo mesma, aproveitando minha melhor companhia, ouvindo Radiohead enquanto observava esculturas no museu Glyptotek, sentindo uma grande felicidade interna e não baseada no outro.

Foi assim que eu vim ao mundo há quase 36 anos atrás certo? sozinha. E é assim que todos nós devemos encontrar nossa felicidade, em nós mesmos, depois se vier alguém, ou alguéns, é só somar as felicidades e aproveitar todo o amor!

Seja bem vindo 36, agora mais próximo dos 40 que dos 30, mas com aquela energia dos 20, sempre a última a sair da balada e a primeira a topar uma viagem de mochila. 

A Marina dos 10, dos 20, dos 30, agradece.

3 comentários em “Seja bem vindo 36”

  1. Que lindo! Parabéns, Marina! Que venha mais um ciclo de viagens, aprendizados e amores. Continue sendo inspiração, coragem e luz. Beijos!

    Curtir

    1. Que lindo, amiga! Amei a reflexão! Parabéns por ser essa pessoa incrível e por inspirar tantas outras. Muita felicidade nos seus 36 e que vc continue vivendo o momento presente intensamente. Muita luz no seu caminho sempre! Muita saudade!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s